UPA não espera aumento na demanda deste mês

Geral


A demanda na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) aumentou, em média, 56,25% após o fim dos atendimentos realizados, por livre demanda, no Pronto-Socorro da Santa Casa de Tupã, desde o dia 1º de outubro.
Segundo a enfermeira responsável pela UPA, Erika Doreto Blaques, a média de atendimentos diários na unidade, antes do referenciamento, era de 128 pacientes por dia, sendo que, após o referenciamento, a média se manteve em 200 pacientes diariamente.
De acordo com a enfermeira, não há como prever   estimativa no aumento de atendimentos para o final deste ano. “É algo muito relativo. Apesar de várias pessoas virem passar o final de ano em casa de parentes na cidade, o contrário também acontece, muitas pessoas da cidade viajam”, disse. “Feita uma análise dos anos anteriores de 2013 a 2017, comprovou-se que no mês de novembro de todos os anos tivemos mais atendimentos que em dezembro”, acrescentou.

Erika explicou, porém, que a UPA passará por uma reestruturação em seu quadro de funcionários.  “A reestruturação do quadro de funcionários da UPA já está sendo providenciada, com a reposição do quadro de enfermeiros e auxiliares e técnicos de enfermagem. Estamos aguardando os convocados providenciarem as documentações necessárias para assumir”, disse.

Gastos
Se por um lado a demanda de atendimentos na UPA aumentou, nos últimos dois meses os investimentos praticamente dobraram em relação ao ano passado.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias