Tupãenses pagam mais de R$ 7 milhões em impostos

Economia


Os tupãenses irão pagar até a meia noite de hoje, dia 17, R$ 7.428.412,00 em impostos destinados ao município, Estado e União. O valor é 9,19% maior (R$ 625.615,00) do que o montante arrecadado entre os dias 1º de janeiro a 17 de maio de 2017, que foi de R$ 6.802.797,00.
O Impostômetro da ACSP (Associação Comercial de São Paulo) atinge hoje, às 8h10 min, a marca de R$ 900 bilhões. O valor  é superior ao PIB (Produto Interno Bruto) de países como Finlândia, Chile, Hungria, Portugal, Qatar, Angola, Bolívia, República Checa, Equador e Grécia. 
O montante será arrecadado 12 dias antes do que em 2017 e representa o total de impostos, taxas e contribuições pagas pelos brasileiros desde o início do ano nos três níveis de governo: municipal, estadual e federal. 
Em nota encaminhada do DIÁRIO na manhã de ontem, o presidente da ACSP, Alencar Burti, disse que esse aumento de um ano para o outro reflete a recuperação da economia brasileira, que, embora lenta, já surte efeito na arrecadação. “Nunca é demais lembrar que o Brasil tem a maior carga tributária entre os países emergentes e, ao mesmo tempo, não oferece serviços públicos na mesma proporção. É preciso mais eficácia na gestão desse dinheiro”, ressaltou. 
O Impostômetro foi implantado em 2005 pela ACSP para conscientizar o cidadão sobre a alta carga tributária e incentivá-lo a cobrar os governos por serviços públicos de qualidade. Está localizado na sede da Associação Comercial, na Rua Boa Vista, centro da capital paulista.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias