Superávit no primeiro quadrimestre foi expressivo: US$ 18 milhões

Economia


Tupã encerrou os cinco primeiros meses de 2018 com superávit de US$ 18.528.328,00 na balança comercial. 
Segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, o município exportou, entre os meses de janeiro a maio deste ano, a quantia de US$ 22.558.922,00. O valor é 18,45% maior do que o  montante exportado pelo município no mesmo período do ano passado, que foi de US$ 19.044.554,00.
As importações aumentaram 320,21% no primeiro quadrimestre deste ano, se comparadas às compras no exterior realizadas pelo município em igual período do ano passado. Nos meses de janeiro a maio de 2017, Tupã importou a quantia de US$ 959.197,00. Já em igual período deste ano, as importações foram de US$ 4.030.594,00. 

Mês a mês
As exportações caíram 27,16% no mês de maio deste ano, na comparação com igual mês do ano passado. No mês de maio de 2017, as exportações realizadas pelo município de Tupã foram de US$ 6.287.529,00. No mês passado, as exportações foram de US$ 4.579.540,00.
As importações apresentaram redução de 31,89% em maio de 2018, na comparação com igual período de 2017.
Em maio de 2017, o município de Tupã comprou US$ 148.112,00 em produtos do exterior. No mês passado, as importações realizadas pelo município de Tupã foram de US$ 100.869,00.

Produtos 
exportados
O produto tupãense mais vendido para o exterior, nos primeiros cinco meses de 2018, foi o amendoim, com US$ 20.784.901,00. Apenas este item representou 92,14% das exportações feitas pelo município.
Em segundo lugar nas exportações ficaram frutas e outras partes comestíveis de plantas, preparadas ou conservadas, com US$ 648.340,00, tendo uma participação de 2,87% no total exportado.
Na terceira colocação ficaram as tortas e outros resíduos sólidos da extração do óleo de amendoim, com o montante de US$ 422.922,00 (inalterado em um mês), correspondendo a 1,87% dos produtos exportados.
O quarto produto mais exportado pelo município de Tupã no período analisado foram os óleos de amendoim e suas respectivas frações, com US$ 247.735,00 (inalterado em um mês), que corresponderam a 1,10% das vendas.
Na quinta colocação ficaram as miudezas comestíveis de animais, com a quantia exportada de US$ 201.091,00. A participação deste item nas exportações foi de 0,89%.
Principais países

Quanto às exportações, os principais países para onde os produtos tupãenses foram vendidos, entre os meses de janeiro a maio de 2018, foram: 1º, Rússia, com US$ 7.064.105,00 (o país comprou 31,31% dos produtos exportados pelo município); 2º, Argélia, com US$ 5.502.232,00, com participação de 24,39% nas compras do período; em 3º, a Espanha, com US$ 1.940.346,00 (o país importou 8,60% dos produtos); em 4º, Holanda, que investiu  a quantia de US$ 1.928.331,00 em compras, tendo  participação de 8,55% nas exportações; e, em 5º lugar, ficou o México, com US$ 937.582,00, importando 4,16% dos produtos.

Blocos
As exportações realizadas por Tupã, para os principais blocos econômicos, nos primeiros cinco meses de 2018, foram: 1º, Europa Oriental, com US$ 7.212.008,00; 2º, União Europeia, com US$ 6.484.187,00; 3º, África, com US$ 5.509.012,00; 4º, Aladi (Associação Latino Americana de Integração), com US$ 1.501.239,00; e 5º, Sem Agrupamento Específico, com US$ 972.988,00 (inalterado em um mês). Os demais blocos importaram a quantia de US$ 879.488,00.

Importações
Os produtos mais comprados pelo município no exterior, nos primeiros cinco meses de 2018, foram: 1º, máquinas para limpeza, seleção ou peneiração de grãos ou de produtos hortícolas secos, com a quantia de US$ 1.997.090,00 (inalterado em dois meses), com participação de 49,55% no total de importações; 2º, amendoim, com US$ 951.083,00 (inalterado em um mês) e participação de 23,60%; 3º, centrifugadores, aparelhos para filtrar ou depurar líquidos ou gases, com US$ 491.606,00 (inalterado em dois meses) e participação de 12,20%; 4º, partes de acessórios de veículos, com US$ 107.794,00, que representaram 2,67%; e 5º, bombas de ar ou de vácuo, compressores de ar ou de outros gases, ventiladores, exaustores para extração ou reciclagem, com US$ 93.743,00, que representaram 2,33% das compras do município.

Principais países

Ainda em se tratando de importações ocorridas nos cinco primeiros meses de 2018, os principais países fornecedores foram: 1º, Estados Unidos, com US$ 2.648.113,00, representando 65,70% das importações; 2º, Paraguai, com  US$ 893.150,00 (inalterado em um mês), com 22,16,% dos produtos comprados por Tupã;  3º, China, com US$ 231.922,00, com participação de 5,75%; 4º, Argentina, com US$ 129.123 (inalterado em um mês); e 5º Taiwan, com US$ 47.739,00 (inalterado em um mês).

Blocos

As importações realizadas por Tupã, considerando os principais blocos econômicos, foram: 1º, Sem Agrupamento Específico, com US$ 2.659.158,00; 2º, Aladi (Associação Latino Americana de Integração), com US$ 1.022.273,00 (inalterado em um mês); 3º, Ásia, com US$ 303.771,00; e 4º, União Européia, com US$ 45.392,00.
Vale lembrar que os valores da pesquisa estão expressos em dólar (US$).

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias