Sem Neymar, Tite chama Willian José para amistosos contra Rússia e Alemanha

Esportes


Por Marcio Dolzan

Rio  (AE) - Atrasada em dez dias por causa das incertezas sobre a situação de vários jogadores que sofreram lesões, sendo o principal deles Neymar, a convocação da seleção brasileira para os amistosos contra Rússia e Alemanha, respectivamente nos dias 23 e 27 de março, foi anunciada ontem na sede da CBF, no Rio, pelo técnico Tite e trouxe como principal novidade entre os 25 nomes a presença do atacante Willian José, da Real Sociedad, da Espanha.
Ele foi um dos cinco jogadores de frente chamados pelo comandante ao lado de Douglas Costa (Juventus), Roberto Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City) e Taison (Shakhtar Donetsk), que já haviam sido incluídos na lista anterior de convocados pelo treinador.
Estes serão os dois últimos confrontos agendados pelo Brasil em sua reta final de preparação para a Copa do Mundo de 2018, sendo que o primeiro deles, contra os russos, ocorrerá no estádio Luzhniki, grande palco da final da competição. Já a partida contra a seleção alemã será no Estádio Olímpico de Berlim, onde os comandados de Tite esperam deixar uma boa impressão e enterrar de vez o trauma provocado pela humilhante goleada por 7 a 1 sofrida pelo time nacional na semifinal do Mundial de 2014, no Mineirão, em Belo Horizonte.
O prazo extra de dez dias estabelecido para esta convocação também permitiu que Tite pudesse chamar os zagueiros Marquinhos, do Paris Saint-Germain, e Miranda, do Atlético de Madrid, além do lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid, e do atacante Gabriel Jesus, do Manchester City. Todos se recuperaram recentemente de lesões, sendo a mais grave delas sofrida pelo atacante da equipe inglesa no dia 31 de dezembro do ano passado em confronto pelo seu time - o ex-jogador do Palmeiras só voltou a atuar no dia 25 de fevereiro, quando a sua equipe derrotou o Arsenal na final da Copa da Liga Inglesa.
O volante Fernandinho, em fase final de recuperação de lesão muscular, também foi incluído nesta lista anunciada por Tite, cujo grupo de jogadores confirmados nesta segunda terão de se apresentar ao comandante já no próximo domingo.
A lista final de convocados para a Copa será divulgada por Tite na primeira quinzena de maio, quando ele espera já poder contar com Neymar plenamente recuperado da cirurgia a qual foi submetido no último dia 3 de março após sofrer uma fratura no quinto metatarso do pé direito durante jogo do PSG no dia 25 de fevereiro.
Tite não convocava a seleção desde outubro do ano passado, quando chamou 25 nomes para os amistosos contra Japão e Inglaterra em novembro. A seleção derrotou os japoneses por 3 a 1, em Lille, na França, e depois ficou no 0 a 0 com os ingleses no estádio de Wembley, em Londres.
Em relação ao grupo chamado para estes dois últimos amistosos do ano passado, além de Willian José a lista de ontem traz como outras novidades as presenças do goleiro Neto, do Valencia; dos laterais Fagner (Corinthians) e Filipe Luis (Atlético de Madrid); dos zagueiros Pedro Geromel (Grêmio) e Rodrigo Caio (São Paulo); dos meio-campistas Fred (Shakhtar Donetsk) e Anderson Talisca (Besiktas). 

ELOGIOS 
Na entrevista coletiva que concedeu após anunciar a lista de convocados, Tite se derramou em elogios ao atacante da Real Sociedad chamado por ele. “Willian José e Talisca trazem componentes diferentes. Willian José faz duas grandes temporadas no Real Sociedad, tem a qualidade técnica, um desenvolvimento muito grande como atleta”, disse o comandante, que depois reforçou: “O objetivo é termos opções com características diferentes, termos um pivô, apesar de ser um jogador móvel, de 1,89m, com muita mobilidade. Cabeceia muito, evoluiu muito”.
Já ao comentar sobre o jogador do Besiktas, da Turquia, que foi outra novidade desta convocação, o treinador ressaltou: “Talisca tem finalização de média distância, tem números importantes em duas temporadas muito boas, uma bola aérea e um cabeceio de muita qualidade, além de imposição física”.
Sobre a ausência de seu propalado “ritmista” que ele diz que buscava para a seleção brasileira, Tite frisou que o fato de um jogador com essa característica não estar na lista de ontem não significa que ele e outros não chamados agora ficarão de fora da Copa do Mundo. O técnico foi mais longe e deu exemplos de atletas que podem fazer a função.
“Fernandinho tem (papel de articulador), Renato Augusto, Philippe Coutinho, Willian menos, mas tem”, enumerou, citando jogadores que estão garantidos na Copa. Depois, deu indicativos de outros que podem estar na lista final. “Arthur, Fred, Rodriguinho, Diego, Lucas Lima, Giuliano...”, completou.

OS DESCARTADOS 
O goleiro Cassio, do Corinthians, os laterais Danilo (Manchester City) e Alex Sandro (Juventus), o zagueiro Jemerson (Monaco), os meias Giuliano (Fenerbahçe) e Diego (Flamengo) e o atacante Diego Souza (Sport) foram os nomes incluídos na convocação de outubro passado que acabaram não sendo chamados desta vez por Tite.
O Brasil fará a sua estreia na Copa do Mundo no dia 17 de junho, contra a Suíça, em Rostov, pela primeira rodada do Grupo E. Em seguida, a equipe enfrentará a Costa Rica no dia 22, em São Petersburgo, antes de fechar a sua campanha na primeira fase no dia 27, contra a Sérvia, em Moscou.
Antes de Tite anunciar sua lista de convocados e dar entrevista coletiva, o coordenador de seleções da CBF, Edu Gaspar, confirmou que o Brasil treinará no CT do Spartak de Moscou visando o jogo contra a Rússia e, logo após o confronto, seguirá para Berlim visando o duelo contra a Alemanha. Francisco Novelletto, presidente da Federação Gaúcha de Futebol, foi também confirmado como chefe de delegação da seleção brasileira para estes dois próximos amistosos do time nacional. 

Confira a lista de convocados da 
seleção brasileira

Goleiros - Alisson (Roma), Neto (Valencia) e Ederson (Manchester City).
Laterais - Fagner (Corinthians), Daniel Alves (Paris Saint-Germain), Filipe Luis (Atlético de Madrid) e Marcelo (Real Madrid).
Zagueiros - Marquinhos (Paris Saint-Germain), Thiago Silva (Paris Saint-Germain), Miranda (Inter de Milão), Pedro Geromel (Grêmio) e Rodrigo Caio (São Paulo).
Meio-campistas - Casemiro (Real Madrid), Fernandinho (Manchester City), Fred (Shakhtar Donetsk), Paulinho (Barcelona), Philippe Coutinho (Barcelona), Renato Augusto (Beijing Guoan), Willian (Chelsea) e Anderson Talisca (Besiktas).
Atacantes - Douglas Costa (Juventus), Roberto Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City), Taison (Shakhtar Donetsk) e Willian José (Real Sociedad).

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias