Região leste: Projetos devem ocorrer de forma inteligente e sustentável

Geral


Os projetos habitacionais que se expandem na região Leste da cidade, com a implantação de novos loteamentos e condomínios, não representam apenas a construção de novas residências.
Com a aprovação do Plano Diretor de Desenvolvimento Sustentável, os novos projetos habitacionais deverão se adequar às novas leis municipais, para que o município receba edificações que atendam as novas demandas sociais, cada vez mais voltadas ao meio ambiente, clima e o crescimento inteligente das cidades, com projetos modernos de infraestrutura.
Como a maioria das cidades brasileiras, Tupã é frequentemente atingida pela falta de infraestrutura urbana. Nos períodos de chuva, diversas regiões são prejudicadas com a falta de projetos de drenagem urbana, principalmente a região Leste da cidade, que sofre com constantes inundações.
Atualmente, parte do problema está sendo resolvido com a retomada das obras de drenagem urbana, que ocorrem com a canalização dos braços esquerdo e direito do Córrego Afonso XIII. No momento, o bairro da região Leste atendido com esses trabalhos é a Vila Marajoara.
Vale lembrar que o Conjunto Habitacional “José Feliciano”, localizado às margens da estrada vicinal Tupã-Parnaso, foi muito prejudicado com inundações, nos períodos de chuva, atingindo diversas residências, trazendo riscos aos moradores. Agora, o conjunto habitacional recebe obras estruturais com a implantação de galerias pluviais para conter os estragos causados pela chuva. Apesar de se tratar de uma prioridade para os moradores da região Leste, os projetos de infraestrutura ainda não são suficientes para atender a demanda populacional que migra para a região.
A população que se muda para a região deverá contar ainda com atendimentos na área da saúde, educação, segurança pública e lazer, para seu desenvolvimento. Com áreas planejadas para a prática de atividades físicas, como a pista de caminhada e o Parque do Atleta, a região Leste ainda pode contar com um novo projeto já presente em diversas cidades da região, como Pompéia e Bastos por exemplo, que já investiram na implantação de uma ciclovia.
A proposta de ciclovia já foi discutida na Câmara Municipal entre alguns vereadores, mas o projeto permanece no papel. Um dos vereadores que busca recursos para construção de uma ciclovia no local é Charles dos Passos (PSB). O vereador possui indicação solicitando R$ 300 mil ao deputado estadual Fernando Cury (PPS) para construção de uma ciclovia entre o Parque do Atleta e o Distrito de Parnaso. Segundo Passos, o projeto surgiu de uma solicitação de grupos de ciclistas que analisaram a possibilidade para esse investimento.  “A construção dessa ciclovia tem como objetivo principal a prevenção de acidentes que poderão ocorrer com nossos ciclistas, pela falta de uma ciclovia no local”, afirmou o vereador.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias