Programa de incentivo cultural à classe artística proposto pelo vereador Charles será implantado

Política


30/6/2020 - Por meio da indicação nº 174/2020, o 1º secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal, vereador Charles dos Passos Sanches, solicitou a criação de um programa de incentivo cultural à classe artística durante o período da pandemia do coronavírus. A proposta é atender os trabalhadores do setor cultural e manter os espaços culturais de Tupã, com a utilização dos recursos existentes no Fundo Municipal de Cultura, objetivando ações de forma virtual (on-line).
Com o avanço do coronavírus (Covid-19), Charles observou que a lista de eventos culturais cancelados, transferidos ou adiados não para de crescer. “Justamente por causa dessa situação do enfrentamento à pandemia de Covid-19 é que eu tive a ideia de fazer essa indicação na Câmara Municipal, solicitando ao Executivo e à Secretaria de Cultura que criem um programa para incentivo cultural ao artista de Tupã”, explicou.
Diferente da proposta da lei “Aldir Blanc”, de auxílio emergencial a artistas, a proposta apresentada pelo vereador Charles seria a abertura de editais de financiamento de produção cultural do artista de Tupã. “Seriam mais ou menos como os editais do ProAc, que é o Programa de Aceleração Cultural do Estado de São Paulo. Nós temos um dinheiro hoje que, mais ou menos, gira em torno de R$ 110 mil depositados no Fundo Municipal de Cultura. Minha indicação é para que essa verba seja disponibilizada para a classe artística de Tupã, para a criação e produção cultural, para a circulação da cultura, só que de um formato on-line”, destacou.
Segundo o vereador Charles, o que justificaria o programa de incentivo cultural é justamente porque a classe artística foi a primeira a sofrer os efeitos do distanciamento social e vai ser uma das últimas a voltar à atuação justamente por causa da aglomeração de pessoas. “Nossa proposta vem minimizar os graves efeitos das necessárias medidas de restrição de contato social no meio cultural. O programa cultural de incentivo à classe artística precisa ser viabilizado urgentemente, a fim de impedir demissões e a falência absoluta do setor cultural”, observou.
O secretário Municipal de Cultura, Douglas Gimenez, também destacou que a classe artística do nosso município foi uma das primeiras a serem afetadas em função da pandemia do coronavírus. “Então, o vereador Charles propôs essa indicação na Câmara Municipal e nós, de imediato, conversamos com o prefeito Caio Aoqui. Adoramos a ideia, gostamos da iniciativa dele e estamos propondo agora já um edital para que os artistas possam participar”, informou.
Gimenez explicou que a Secretaria Municipal de Cultura dará todo o respaldo e todo o apoio à classe artística para estar apresentando seus projetos que serão feitos de forma on-line. “É um trabalho que faremos em conjunto, tanto a Câmara Municipal como a Secretaria de Cultura e também o Conselho Municipal. Esse edital está sendo produzido e esperamos sua aprovação”, disse.  

O vereador Charles informou que já se reuniu com o secretário de Cultura e o prefeito para discutir a proposta. “Eles garantiram que vão fazer a abertura do edital específico para a classe artística daqui de Tupã fazer uso desse recurso do Fundo de Cultura para a produção cultural on-line, a fim de ajudar e contribuir assim com a circulação de renda entre os artistas que, como eu já disse, foi uma das primeiras classes a sofrer os efeitos da pandemia”, comentou.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias

publicidade