Polícia desmantela organização criminosa especializada em furto de gado na região

Policial


16/10/2020 - A Polícia Civil de Jales (SP) desenvolveu na quarta-feira (14) a Operação Boi Gordo, para combater uma organização criminosa especializada no furto de gado em propriedades rurais no Noroeste paulista.
Inicialmente, pelo menos seis pessoas foram presas em Araçatuba e uma em General Salgado. Outras duas pessoas já haviam sido presas, totalizando nove envolvidos capturados.
De acordo com o delegado Sebastião Biazzi, responsável pela operação, as investigações começaram há cerca de seis meses.
Os envolvidos na operação sabiam como lidar com os animais. Parte dos animais furtados foram encontrados em propriedades de General Salgado e Quatá, e a suspeita da polícia é que eles eram revendidos para frigoríficos do País. “Nós identificamos esses furtos em propriedades das re-giões de Jales, Araçatuba, Mirandópolis e Tupã, e ini-ciamos as investigações. Ao todo, mais de 500 cabeças de gado foram furtadas, mas recuperamos aproximadamente 200. O prejuízo causado aos proprietários foi de mais de R$ 1 milhão”, disse.
Segundo o delegado, a organização fazia um mapeamento das propriedades com pouca segurança, que geralmente ficavam sem caseiros, para praticar os furtos. A maioria dos furtos ocorreu durante a noite. “Eles analisavam as propriedades, faziam o cerco com os animais e, quando estava tudo pronto, chamavam o caminhão boiadeiro para levar os bovinos”, disse o delegado.
Os seis presos na operação foram transferidos para a Cadeia Pública de Santa Fé do Sul.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias

publicidade