Pernilongos: Tupã sofre segunda onda de ataque

Geral


14/9/2020 - Basta começar a escurecer e eles chegam. Muitas vezes, em nuvens. São milhares de pernilongos que atacam todas as casas, todos os dias, exigindo medidas preventivas para que os moradores possam dormir um pouco em meio ao já calor infernal.

Alguns bairros sofrem mais que outros. A situação é mais crítica para quem reside próximo do leito do Córrego Afonso XIII. Muitas vezes, é preciso deixar portas e janelas dos quartos fechadas, para que se tenha um pouco de sossego durante a noite.
De acordo com o responsável pelo Setor de Endemias, Marco Antônio de Barros, neste ano esta é a segunda infestação de pernilongos na cidade, sendo que a primeira foi no final de julho.

A chamada “segunda onda” foi descoberta no último dia 1º, durante trabalho de manutenção realizado em uma lagoa existente no leito do córrego, próximo da Francisco Turra, ao final da canalização que foi abandonada.

Naquela oportunidade foi feita a aplicação de um inseticida biológico, que não surtiu efeito. Foi feita ainda uma varredura nos tubulões onde foi localizado vazamento de esgoto em uma galeria. O problema foi resolvido.
A prefeitura ainda deverá realizar uma nebulização em toda aquela região, na expectativa que essas ações acabem com o problema.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias

publicidade