Morre o líder ruralista Carivaldo Castanheira

Geral


Morreu ontem, aos 95 anos de idade, o líder ruralista Carivaldo Castanheira, cujo corpo está sendo velado no Velório Tamoios, devendo o sepultamento ocorrer hoje, em horário que estava sendo definido na noite de ontem, no Cemitério São Pedro.
Homem de muitas histórias, Castanheira era uma espécie de arquivo vivo do passado de Tupã, que conhecia em detalhes, com nomes e datas. Foi ele quem durante algum tempo ajudou a fazer o suplemento “Diário História”, destacando as famílias que ajudaram a construir o município.
Com uma vida muito ativa, foi um dos fundadores do grupo “Chapéu Branco”, que resultou na Exapit. Ele liderou o evento durante muitos anos, transformando-o em grande sucesso.
Na terceira legis latura da Câmara Municipal, de 1º  de janeiro de 1956 a 31 de dezembro de 1959 foi eleito suplente de vereador, tendo assumido o cargo.
Tendo tomado gosto pela política, foi vereador combativo e candidato a prefeito. Não foi eleito, porque era considerado muito polêmico, tecendo sérias críticas contra seus opositores.
Durante muitos anos, foi presidente do Sindicato Rural de Tupã. Também dirigiu a Cooperativa de Eletrificação Rural de Tupã.
Carivaldo Cançado Castanheira teve muitos contatos diretos com o fundador do município, Luiz de Souza Leão. Tanto que os dois tinham uma amizade que resultou em diversos relatos sobre a fundação de Tupã.
Vale destacar que Castanheira ajudou a fundar outros municípios e tinha visão empreendedora. Sua morte representa uma grande perda para toda a comunidade, especialmente para os que o conheceram e aprenderam a admirá-lo.

 

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias