Moradores esperam reforma há quase dois anos

Geral


Os moradores dos Conjuntos Habitacionais “Papa João Paulo II” e “Jammil Dualibi” ainda esperam a reforma do prédio da Associação de Moradores há cerca de dois anos, depois que a Prefeitura de Tupã transferiu os atendimentos de saúde que eram feitos no local para uma USF (Unidade de Saúde da Família), construída no final do ano de 2016. 
Como os conjuntos habitacionais foram inaugurados sem um posto de saúde, a prefeitura utilizou o prédio do centro comunitário para atender os moradores. O acordo previa uma reforma no prédio, após a sua desocupação. Os atendimentos foram transferidos do local, mas até o momento o prédio não foi reformado.
A prefeitura fez um levantamento e contabilizou os estragos causados com depredações no prédio da associação. 
Segundo a pasta, deverão ser realizadas obras de fechamento, recuperação das instalações elétricas e hidráulicas; reforma do telhado, vidros, portas, janelas e alambrados. Quanto mais a prefeitura demora para iniciar os serviços, mais os vândalos depredam o espaço público.
Vale lembrar que, sem a reforma do prédio, os moradores não encontram condições para formar uma nova diretoria da associação. 
Por duas vezes, lideranças comunitárias tentaram formar diretoria para assumir os trabalhos da Associação de Moradores dos Conjuntos Habitacionais “Papa João Paulo II” e Jammil Dualibi”, mas não tiveram sucesso, devido o abandono do prédio que ainda não foi reformado pela Prefeitura de Tupã

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias