Mercado Imobiliário: Verticalização só ganha ritmo com mudanças na economia

Geral


Enquanto o governo federal busca novos rumos para a economia, o mercado imobiliário sente um “desaquecimento” no início deste ano em relação aos investimentos ocorridos no passado recente.
Gerente de vendas da Visão Empreendimentos Imobiliá-rios, Samuel Azevedo afirmou que o aquecimento do setor, em relação à construção de edifí-cios verticais, já não é o mesmo. “Hoje vivemos um momento de transição de governo, que está afetando bastante o mercado imobiliário. Hoje, a ‘bola da vez’, os produtos mais procurados, são as casas”, salientou.
Segundo Azevedo, Tupã possui novos empreendimentos em fase de lançamento e outros em andamento no padrão “Minha Casa, Minha Vida”. “O mercado imobiliário está mais focado nesse padrão”, salientou.
O gerente de vendas destacou a retração do mercado imobiliário em relação à construção de novos edifícios verticais no município. “Temos empreendimentos em fase de análise de documentação e estudo de viabilidade. Pode ser que venham ser lançados até o ano que vem. Por enquanto, o mercado está um pouco mais retraído”, enfatizou. 
A construção de apartamentos no padrão “Minha Casa, Minha Vida” já não é prioridade das construtoras. De acordo com Azevedo, a construção de casas oferece mais benefícios. “O comprador do interior ainda prefere uma residência, já que o apartamento é pequeno. Quando se busca um empreendimento fora do ‘Minha Casa, Minha Vida’, você consegue lançar os apartamentos. Mas dentro do ‘Minha Casa, Minha Vida’, os clientes preferem casas”, salientou.
Por mais que o setor de edifícios não esteja aquecido, o gerente de vendas acredita em uma recuperação a partir do segundo semestre deste ano. “Acreditamos que no segundo semestre o setor solte um pouco mais as amarras que estamos vivendo em nossa economia”, disse. “Acredito que no ano que vem, é bem provável que tenhamos novos lançamentos de edifícios verticais em Tupã”, acrescentou.
Atualmente, Tupã possui quatro empreendimentos verticais em construção. Três deles foram lançados há cerca de quatro anos e um há cerca de dois anos. Os empreendimentos estão localizados no  Parque das Nações, proximidades das Faculdades Fadap/Fap, Rua Iporans, e Avenida Tamoios, esquina com Rua Caingangs. 
Azevedo destacou que  novos empreendimentos com cerca de 254 apartamentos podem ser lançados nos próximos dois anos.
Vale lembrar que há cerca de um ano foi inaugurado um edifício na Rua Guaianazes, de alto padrão, com 32 unidades e 16 andares.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias

publicidade