Meio Ambiente: Multa para roçada de lotes particulares é de R$ 265,00

Geral


Com mais de 700 casos positivos de dengue e uma morte registrada em razão das consequências da doença, aumentaram muito os pedidos por roçadas, devido a preocupação de imóveis públicos e particulares vierem acumular lixo e se tornarem focos para proliferação de mosquitos e abrigo de escorpiões.

Após adquirir um novo veículo para ampliar o serviço de roçada na cidade, o secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, José Rodrigues,  “Zé Vinagre”, disse que a prefeitura receberá, ainda, R$ 2,5 milhões para compra de um trator 4x4, dois caminhões, um caminhão 3/4, uma máquina esteira e outras duas máquinas de roçada.

Na última sexta-feira, a pasta concluía a roçada nas proximidades do Cemitério da Saudade, UPA (Unidade de Pronto Atendimento), sendo que, inclusive, havia mato em suas dependên-cias. A pasta executou também melhorias no canteiro da Praça “Anísio Carneiro”, no “Findalinha”, poda das árvores e roçada do “barranco” do Parque Linear, desde a Rua Estados Unidos até as proximidades da Camap. “Das 62 praças da cidade, falta duas para concluirmos os trabalhos”, disse. “Por dia, temos uma média de 1,5 mil a 2 mil metros quadrados de área roçada. A empresa contratada para fazer o serviço nos lotes particulares roça por dia cerca de 1 mil metros quadrados”, concluiu.
Segundo “Zé Vinagre”, a secretaria fará levantamento em cerca de mil terrenos particulares, localizados na região Leste, para reduzir os focos de proliferação de mosquitos, como o “Aedes aegypti” e o palha, por exemplo. “Vamos tirar fotografias dos terrenos atuais, fazer a limpeza e fotografa novamente os terrenos limpos para nossa documentação”, afirmou o secretário, ao destacar que a prefeitura foi notificada pela Justiça para intensificar a limpeza de terrenos no município. “Todos os proprie-tários já foram notificados com a publicação do decreto no dia 11 de fevereiro”, acrescentou.
O secretário disse que cerca de 80% da sua meta de intensificar a limpeza da cidade foi cumprida. “Podemos ter um atraso de dez dias na nossa previsão de deixar a cidade toda limpa. Mas vamos fazer. Somente no centro, 90% dos trabalhos foram concluídos”, disse. “Não estamos roçando a cidade. Estamos ‘desmatando’, porque a situação estava feia. Por isso, agradecemos a todos os servidores que estão empenhados nesse serviço”, completou. 

Vale lembrar que, recentemente, a secretaria realizou a roçada em áreas públicas localizadas nos distritos de Parnaso e Universo.
“Zé Vinagre” explicou que, após a notificação, a prefeitura efetua a limpeza dos imóveis e, em seguida, manda a conta dos serviços para os proprietários. “A cobrança da prefeitura é de R$ 0,67 o metro roçado. Além disso, o dono do terreno tem que pagar multa de R$ 256,00. É mais vantajoso o dono do terreno se antecipar e contratar o serviço particular. Ele no máximo vai pagar R$ 0,25 por metro de área roçada”, observou.
A empresa contratada pela Prefeitura de Tupã venceu a licitação oferecendo R$ 0,11 por metro de área roçada.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias

publicidade