Figurinhas de Daniel Alves e Giuliano são os ‘desfalques’

Geral


Torcedores em Tupã não se importaram com a notícia e querem mesmo é completar o álbum da Copa do Mundo. No álbum, mas fora da Copa, figurinhas de Daniel Alves e Giuliano são os “desfalques”, mas esse não é o problema. O que os colecionadores querem é completar o álbum. 
Daniel Alves e Giuliano representaram a seleção brasileira numa amarga tradição de Copa do Mundo. É que os dois estiveram entre os 18 brasileiros “convocados” para o álbum da competição, mas ficaram fora da lista de Tite, divulgada nesta segunda-feira com os 23 jogadores que estarão na Rússia. O lateral-direito por conta da grave lesão sofrida na semana passada em ação pelo PSG na final da Copa da França (Danilo e Fagner foram os chamados para a posição), enquanto a ausência do meio-campista ficou por opção do treinador (Taison e Fred foram os escolhidos).
Um brasileiro estampar o rosto em uma figurinha e não ir para a Copa não é tão raro. Adriano, Ronaldinho Gaúcho, Robinho, Leandro, Felix, Carlos Alberto Torres e Romário são exemplos de jogadores que tiveram suas figurinhas e não foram ao Mundial. Apenas na edição de 1990, todos os jogadores presentes no álbum foram ao torneio - contando desde 1970, quando o álbum começou a ser comercializado no formato parecido com o atual.
Na Copa da França, em 1998, por exemplo, quem ficou fora foi Romário, um dos principais nomes do título de 1994. O “Baixinho” só ficou nas figurinhas por causa de uma lesão muscular. Zé Maria, Flávio Conceição e Mauro Silva foram os outros três nomes que só marcaram presença no álbum.
Nas duas últimas edições, outros nomes de peso entraram no álbum, mas não foram à Copa. Em 2010, foram três nomes, com destaque para Adriano e Ronaldinho Gaúcho, além do lateral-esquerdo André Santos. Na última edição, em 2014, Robinho foi a única “bola fora” e não jogou o torneio em casa. No seu lugar, Jô foi o convocado.
 
‘Febre’
O álbum é febre mundial desde que foi criado, em 1970. De lá para cá, apenas na Copa de 1990 todos os jogadores brasileiros presentes no álbum foram ao Mundial.
Em Tupã, ainda acontece a troca de figurinhas do álbum da Copa do Mundo. O troca-troca acontece todo sábado e domingo, a partir das 15 horas, na Praça da Bandeira. O problema é que as figurinhas “es-peciais”, nas cores prata e dourada, estão difícieis de serem encontradas. 
Segundo o colecionador Bruno Silva, quem ainda não completou o álbum tem a opção de comprar as figurinhas pelo site oficial do fabricante. “Tem figurinha que está difícil de encontrar, que são as metalizadas. A opção é comprar as figurinhas pelo site mesmo. Dessa forma, você já compra a figurinha certa que falta para completar o álbum”, disse. 
 
As figurinhas
 
Cada envelope, com cinco figurinhas, custa R$ 2,00 em Tupã. Os adesivos carregam, além das fotos dos jogadores de cada País, os dados físicos, a posição em campo e o ano em que ingressaram na seleção.
O álbum completo da Copa na Rússia inclui, ainda, as figurinhas “espe-ciais”, nas cores prata e dourada. Entre elas estão o brasão de cada seleção, os estádios que vão receber os jogos, a foto oficial das seleções, o pôster das cidades-sede e homenagens aos mundiais anteriores.
O álbum capa dura custa R$ 25,90. Já o capa fina sai por R$ 7,90. Quem der sorte de encontrar e quiser desembolsar muito dinheiro, pode pesquisar ainda por comprar o álbum já completo. Alguns chegam a pedir R$ 500,00 pelo mesmo.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias