Economia: Na região, valor da produção agropecuária tem alta de 0,47%

Economia


A região de Tupã ficou entre as nove maiores produtoras agropecuárias do Estado de São Paulo, dentre as 40 regiões paulistas pesquisadas. Os dados são do IEA (Instituto de Economia Agrícola).
O EDR (Escritório de Desenvolvimento Rural) da região de Tupã subiu do 11º lugar, no ranking, em 2017, para a 9ª colocação no ano passado.
O valor da produção agropecuária de Tupã aumentou em R$ 12 milhões, passando de R$ 2,531 bilhões no ano de 2017, para R$ 2,543 bilhões no ano de 2018. Apesar da cifra milionária, o aumento foi de apenas 0,47%. A participação que era de 3,3% na produção agropecuária, no ano de 2017, subiu para 3,4% no ano passado.
O EDR de Tupã abrange os municípios de Tupã, Arco-Íris, Rinópolis, Herculândia, Bastos, Iacri, Queiroz, Osvaldo Cruz, Parapuã, Sagres, Salmourão, Inúbia Paulista, Lucélia e Pracinha.
Os produtos que mais agregaram valor, para a produção agropecuária na região de Tupã, foram os ovos de galinha, com R$ 1,547 bilhão; cana-de-açúcar, R$ 365,9 milhões; carne bovina, R$ 294,8 milhões; amendoim em casca, R$ 102,9 milhões; mandioca para indústria, R$ 45,3 milhões;  e demais produtos, R$ 186,9 milhões.

Produção
Seis produtos se colocam em evidência como culturas preponderantes na ocupação do solo de regiões paulistas: soja em Itapeva, uva para mesa em Itapetininga, café em Franca, ovos em Tupã, caqui em Mogi das Cruzes e beterraba em Sorocaba.
Laranja para indústria, carne de frango e banana, isoladamente, hegemonizam cada qual duas regiões analisadas como principais culturas no valor da produção agropecuária. No caso da laranja, os EDRs de Avaré e Mogi-Mirim apresentam essa atividade como predominante na riqueza e paisagem produzida em suas terras. Já a carne de frango se sobressai como principal atividade agropecuária em Bragança Paulista e Campinas. Quanto à banana, é nos EDRs de Registro e de São Paulo.
Um destaque para o VPA (Valor da Produção Agropecuária) paulista, das 40 regiões analisadas, 23 têm a cana-de-açúcar como principal produto na geração das riquezas nas áreas rurais. Destas, 13 possuem mais de 50% da economia rural dependente do valor produzido unicamente na atividade canavieira. Representando 37,8% da riqueza gerada pela atividade agropecuária no Estado de São Paulo, a maior concentração dessa cultura está distribuída no Oeste paulista.

Segunda atividade com maior valor na produção agropecuária paulista, a pecuária bovina de corte possui a hegemonia em 5 dos 40 escritórios regionais analisados. Destes, somente Guaratinguetá e Pindamonhangaba possuem um pouco mais da metade do VPA concentrado nessa atividade econômica.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias

publicidade