Drenagem urbana: Projeto é analisado pela Caixa Econômica Federal

Geral


A Prefeitura de Tupã encaminhou para análise da equipe técnica da Caixa Econômica Federal de Presidente Prudente, o projeto de drenagem urbana com a planilha da empresa que venceu a licitação para iniciar as obras. “O projeto poderá ser autorizado pela Caixa nos próximos dez dias”, afirmou a engenheira Brenda Alves.
Os maiores serviços referem-se, agora,  à canalização dos braços do Córrego Afonso XIII, com a finalização de pequenos trechos da microdrenagem e os "piscinões" localizados na Rua Brasil e Rua Prudente, na Vila Marajoara.
A Prefeitura de Tupã assinou contrato com a empresa Copel Construções Indústria e Comércio para a realização das obras de drenagem urbana nos braços esquerdo e direito da bacia do Córrego Afonso XIII, pelo valor de R$ 11.535.601,11. As obras do braço esquerdo estão avaliadas em R$ 4.478.827,51 e as do braço direito, em R$ 7.056.773,60. Vale lembrar que nas obras do braço direito serão executados os serviços de construção do reservatório, canal, Network 29, Network 47, Network 71 e Network 77. 
A prefeitura informou que desde o início da obra até sua paralisação, foram desembolsados R$ 15.178.551,00, sendo R$ 13.503.469,60 do governo federal e R$ 1.675.081,47 de contrapartida da prefeitura. O projeto beneficiará o sistema de drenagem urbana, mas só ele ainda não é suficiente para resolver o problema de drenagem urbana no município de Tupã, destacou. 
A prefeitura explicou que outras obras complementares devem ter continuidade, buscando dar solução definitiva para os problemas de alagamentos na cidade.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias