Centro Comunitário: Prédio ainda espera pela reforma prometida

Geral


19/10/2020 - Moradores do Conjunto Habitacional “Jammil Dualibi” ainda esperam a reforma do centro comunitário prometida pela Prefeitura de Tupã, há cerca de quatro anos, depois de utilizar o espaço como posto de saúde.

O prédio ainda se encontra depredado e sem condições de uso. “Os moradores trocaram algumas telhas, fizeram a limpeza do local, mas não tinham mais materiais para realizar melhorias no prédio”, disse o vereador Luís Alves de Souza (PCdoB), que também é representante do movimento comunitário de Tupã. “A prefeitura na época disse que iria reformar o espaço e ceder os materiais necessários, mas isso ainda não aconteceu”, acrescentou.

O parlamentar disse que, após as eleições municipais, o movimento comunitário terá readequações, com a eleição de novas diretorias e formação de lideranças. “Para nos organizarmos nesse processo, precisaremos dos nossos centros comunitários em totais condições de uso”, afirmou.
Durante a gestão anterior, a prefeitura pretendia implantar no local uma unidade do projeto Pequerrucho. Equipes da prefeitura fizeram o levantamento para reforma e adequação do espaço, que passaria a receber as crianças e as atividades do projeto. Mas o projeto também não não foi realizado.

Prédio

inicialmente, o prédio deveria sediar reuniões e atividades realizadas pela associação de moradores, mas, pelo fato dos bairros não contarem com um posto de saúde, a Prefeitura de Tupã implantou esse atendimento no local. Um levantamento preliminar realizado pela prefeitura previa a execução de obras de fechamento, recuperação das instalações elétricas e hidráulicas, além da reforma do telhado, vidros, portas, janelas e alambrados.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias

publicidade