Câmara aprovou afastamento do prefeito

Política


Em sessão extraordinária que durou apenas cerca de dez minutos, a Câmara Municipal aprovou o afastamento temporário solicitado pelo prefeito José Ricardo Raymundo (PV).
O prefeito não confirmou o motivo do afastamento, mas segundo o secretário Municipal de Governo, Moacir Monari, ele vai pescar com amigos em Porto Murtinho, no Mato Grosso, durante o período.
O período de licença vai de 9 a 16 de junho. Isso significa que Caio Aoqui comandará a prefeitura até o próximo sábado. Depois da volta de Ricardo Raymundo, o vice fará uma viagem aos Estados Unidos.
Considerando que o prefeito não deixou o País, segundo o secretário de Governo, não havia necessidade dele pedir afastamento. O motivo da medida pode ser para evitar comentários, além de deixar o vice no cargo, diante de qualquer eventualidade.

A posse do vice-prefeito no cargo de chefe do Executivo não contou com qualquer cerimônia especial. Mas, diante da aprovação do afastamento, ele não poderia recusar-se a substituir o prefeito, sob pena de extinção do respectivo mandato.

De acordo com Aoqui, assim que ele retornar dos Estados Unidos, deverá reassumir a Secretaria Municipal de Turismo.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias