BUXIXO

Política


Marketing eficiente
Avanço ao passado
Quase seis meses depois da publicação do decreto de desapropriação da área que poderá ser destinada para o novo cemitério e novo distrito industrial, na última sexta-feira, dia 2, o mesmo foi republicado, por alteração do original. Não se sabe qual foi a alteração.
 
Aposta
Senhor Ramon aposta um caixão de defunto, último lançamento, com quem quiser, que o novo cemitério não será construído no local que está sendo planejado, porque a liberação da obra exige muitos estudos do terreno, num trabalho que, para ser agilizado, demora pelo menos um ano. Outro detalhe é que, dentro do momento atual, um cemitério não poderia ficar encravado ao lado e ao fundo de distritos industriais, praticamente junto de empresas que atuam no ramo de alimentação.
Por isso, senhor Ramon acha que, considerando que a areia da ampulheta está quase no final, só restará como alternativa utilizar uma estrutura já licenciada para o fim proposto. Ele lembra que o monge Luitprand, que inventou o medidor de tempo com areia, no século VIII, recomendou nunca deixar cair o último grão de areia para tomar alguma providência.
Finalizando, senhor Ramon lembrou que a aposta envolve um caixão em mogno, com madeira entalhada e forro interno de veludo italiano. Quem interessar, chamar no WhatsApp.
 
Ghost cemetery
A “Casa Branca” já adquiriu parte dos blocos e está comprando cimento, ferro e outros materiais para a construção do novo cemitério. As obras deverão ser aceleradas, para que tudo esteja pronto quando acontecer a liberação por parte dos órgãos diversos.
O problema é que, se acontecer de não sair a liberação, por alguma razão irreversível, aquela área poderá tornar-se um “ghost cemetery”.
 
‘A-terra’
Pensando no meio ambiente e nos altos custos da  “sem fim” operação “tapa-buracos”, a “Casa Branca” agora inovou, passando a utilizar, desde a última semana, o sistema “a-terra buraco”. Já se pode notar nos dias de chuva o “jeito novo” do governo verde resolver o problema, que não polui. O novo sistema, porém, continua somente até a chegada de novo lote de emulsão.
 
Fiscal
As atividades do vereador não podem ser resumidas apenas ao tratamento das leis do município. Existe ainda uma função importante que é fundamental para a própria saúde da democracia. Trata-se da fiscalização das ações do Poder Executivo Municipal, ou seja, das ações do prefeito. O ato de fiscalizar torna mais equilibradas as ações do Poder Executivo. Isso é essencial para que o poder do prefeito não se torne tão grande que o deixe acima da lei.
 
‘Número 2’
O problema não está apenas na Câmara de Garça, Aqui em Tupã, na “Caixinha Azul”, a prática do “número 2”, em determinado banheiro, tem levado alguns funcionários ao desespero. É que algumas pessoas trazem consigo esse estigma, essa coisa, esse odor cabalístico que levanta uma espécie de pequena nuvem verde quase fatal. Não é fácil...
 
Meia boca
Mais que definir comissões de eventos, a prefeitura deveria definir um calendário das principais atrações para o ano. Falar isso é “chover no molhado”, porque os ouvidos são moucos. Um calendário, porém, facilitaria as ações das entidades assistenciais da cidade, que teriam condições de programar melhor suas promoções, porque a situação não está fácil para ninguém.
 
Itapuã
Itapuã é um bairro de Salvador, na Bahia, onde se localiza a famosa praia cantada por Toquinho e Vinícius. Também é o apelido de Fernando “Unidos com o Povo Venceremos” Branco Nunes, nascido em 3 de abril de 1980, em Ivaiporã, no Paraná, que revolucionou a Prefeitura de Quintana, quando esteve à frente da chefia do Executivo. Ele também é dono da rede de lojas Móveis Itapuã, que montou sua terceira unidade na cidade, nos altos da Aimorés, tendo incorporado a Loja Móveis São Carlos.
Fernando “Itapuã”, que é irmão do prefeito de Herculândia, deverá mudar-se para Tupã, onde poderá disputar a cadeira do “Gabinete de Marfim”, em 2020. Desde já, é tido como um nome forte.
 
Perguntas que esperam respostas
- Quando os professores municipais passarão a receber o piso nacional da educação?
- O que fala a Constituição Federal com relação a servidor público eleito?
- Afinal, o que o PSB definiu: é governo ou não? Se é, fica até o fim ou não? Se não é, quando “limpa o rancho”?
- Quem está no comando do MDB? O partido terá candidato próprio nas próximas eleições municipais?
- Quando será fechado o acordo salarial dos servidores municipais?
- Quem vai responder pelos prejuízos causados pelas obras abandonadas há muitos anos em Tupã?
- Será que os municípios que pleiteiam tornar-se estâncias turísticas sabem que existe uma coisa chamada contrapartida financeira?
 
Frase da semana
“Imposto de Renda, eu te amo!”
(Pronto, já fiz minha declaração, agora 
só espero a restituição)

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias