BUXIXO

Política


Furacão
O prefeito José “Ric” Raymundo teve uma boa ideia ao conceder um descanso de quase uma semana na “Casa Branca”. Ele espera que, a partir da próxima quarta-feira, quando as portas forem reabertas, no máximo haja uma “tempestade tropical”, depois do furacão da semana passada.
Na verdade, o alcaide sabe que ainda terá muitas turbulências pela frente. Tanto que praticamente já definiu um novo período de “descanso”, que irá do dia 21 de dezembro até o dia 3 de janeiro.
Além de “purificar” o ambiente, esses “descansos” também proporcionam uma substancial economia.

Críticas
O prefeito “Ric” não deu muita bola para algumas críticas sobre a “folga”, já que algumas pessoas consideraram correto o ponto facultativo da última sexta-feira, por conta do feriado de Finados, quer dizer, da Proclamação da República. Mas “emendar” o feriado por conta do Dia da Consciência Negra, que nem é feriado municipal em Tupã, onde os negros, em sua maioria, ainda sofrem preconceito, extrapolou todos os sentidos da razoabilidade. Para não dizer outra coisa...

Até o fim
Muito bem orientado, o prefeito José “Cimento” Raymundo tem procurado buscar uma identidade própria ao seu governo. Filiado e eleito pelo Partido Verde, ele tem procurado abrir mais espaços para seus companheiros, que buscam guarida na “Casa Branca”. Ele tem procurado manter conversações ainda com diversas lideranças, argumentando que o momento é de união, de trabalho e de busca de desenvolvimento para Tupã. Para ele, é preciso deixar as diferenças políticas de lado, neste momento, já que as eleições municipais ocorrem apenas em 2020.
Com isso, “Ric”, que está muito otimista com as novas perspectivas, acredita que as críticas que vêm recebendo deverão diminuir, especialmente na “Caixinha Azul”, onde ele mandou alguns assessores avaliarem quem são realmente os “amigos de Tupã”.

Jantar
O prefeito José “Tamoyo” Raymundo mandou preparar, na sala de jantar de sua casa, uma mesa com sushi, sashimi, yakisoba, tempurá e harumaki, além de hot filadélfia, shimeji, nirá refogado e guioza, além de três garrafas de saquê. Feito isso, convidou o vice-prefeito Caio “Magro” Aoqui e Eduardo “Shiguero” Edamitsu para um encontro festivo. O objetivo era manter uma conversa amigável, uma vez que os dois sempre foram parceiros e agora deixaram a base aliada, o que vem lhe trazendo “dores de cabeça”.
Apesar dos alimentos muito bem preparados, do saquê importado e dos insistentes telefonemas, os dois convidados mandaram avisar que estão em um período de abstinência total. Os alimentos foram colocados no freezer, esperando uma melhor oportunidade.

‘Fake news’
O grupo do prefeito José “Pedreira” Raymundo considera um absurdo as informações transmitidas, de forma errônea, logo após as eleições gerais, dando conta de que as votações conseguidas pelos candidatos a deputado estadual e federal pelo partido tiveram baixa votação. Para os “caciques” do partido, considerando todos os fatores vivenciados e a falta de recursos financeiros, as votações foram excelentes.
Na opinião de lideranças verdes, tem havido um pouco de exagero por parte de alguns integrantes da oposição, que procuram atingir o prestígio do prefeito de qualquer jeito, já pensando nas eleições do ano que vem, quando ainda há muito trabalho pela frente.

Assunto resolvido
Durou pouco tempo a interinidade de Mauro Guerra “e Paz” na Secretaria de Saúde. Ele esteve no gabinete da pasta, onde descobriu que não teria tempo para assinar tantos documentos.

SIM
Pouca gente sabe, mas somente no último dia 13, depois de seis anos, foi restabelecida a distribuição do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), por falta de técnico.

Perguntas que ainda esperam respostas
- Por onde (des)caminha a administração municipal?
- Quando começam as obras do Parque Indígena?
- Será que na próxima eleição municipal Caio “Kamikaze” Aoqui será o vice de Waldemir “Trator” Lopes?
- Considerando que em uma enquete feita em uma rede social, Tiago “Gumex” Matias aparece em primeiro lugar, será que  ele será mesmo candidato a prefeito em 2020?
- Será que já foram iniciadas as obras de macrodrenagem?
- Já foi definido o nome do próximo presidente da “Caixinha Azul”?
- Será que as contas da “Casa Branca” estão no “azul”?
- A instalação de um almoxarifado central no barracão do antigo Projeto Kirãke já foi providenciada? O sistema já funciona de forma centralizada naquele local?
- Afinal, vamos ter “Natal de Luz” neste ano? Teremos enfeites na Avenida Tamoios e Rua Aimorés?
- Quem são os “guardiões”, a quem o prefeito se refere como “eles”?

Frase da semana
“Não precisamos de um dia da consciência negra, branca, parda, amarela, albina... Precisamos de 365 dias de consciência humana...”.
(no Instagram)

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias